Archive for maio \19\UTC 2010

Lista de Filmes

19 de maio de 2010

Eu gosto muito de filmes com o som bem alto e as luzes apagadas.

Gosto de ver uma produção que levou tempo e dinheiro, milhões que serão gastos em poucas horas. E por isso, gostaria de indicar uma lista de filmes, que pessoalmente, acho os melhores já produzidos, filmes que não vale a pena assistir um novo, enquanto não assistir esses. Porém, é claro que ao escrever esse post esqueci de muitos filmes bons. Mas enfim, aí está a lista, sendo alguns filmes de comédia, outros mais dramáticos, outros brasileiros, outros ainda, por terem revolucionado o cinema: São estes os TOP 20:

Laranja Mecânica;

Pulp Fiction;

Titanic;

O Auto da Compadecia;

O Homem que Copiava;

Tropa de Elite;

A espera de um milagre;

Um Sonho Possível;

Diário de Uma Paixão;

Eu sou a Lenda;

Senhor dos Anéis;

Círculo de Fogo;

O Pianista;

Uma Mente Brilhante;

Crash – No limite;

Efeito Borboleta;

Náufrago;

O Terminal;

Up – Pixar;

Toy Story.

Então, fica aí a dica, espero que aproveite-a.

Parabéns a Jadson André!

3 de maio de 2010

Jadson André bate Kelly Slater na final e fatura o título da etapa de Imbituba (SC) do Mundial de Surfe.

A última vitória de um brasileiro na elite mundial foi no ano passado, justamente com Mineirinho, nas ondas de Sopelana. Naquela época, Jadson ainda fazia parte da divisão de acesso, mas já com um passo na elite. A entrada veio logo em seguida, ainda aos 19 anos. A vitória do melhor estreante na história do surfe brasileiro mostra que o surfe brasuca tem crescido e não vai parar por aí. O vídeo da final, da etapa de Santa Catarina está disponível no site: http://www.aspworldtour.com/2010/.

E aproveitando o post, gostaria de indicar alguns filmes nacionais de surfe que a mulecada tem mostrado o seu potencial. Podem ser baixados no site http://surfmovies.org/: Surf Adventures 1 e 2; Pasti; Quintal de Casa; Fabio Fabuloso e Retratum.

Fica aí a dica, aproveite-a.

Drogas, um tema proibido

2 de maio de 2010

Gostaria de confessar algo sobre minha vida, e, se me permitir, confessarei algo sobre a sua também. Eu sou um ex-usuário de drogas. Fiz sim, uso repetitivo de drogas para meu próprio prazer. E me sinto mal em saber que você, provavelmente, também fez.

Desculpe-me por falar a todos os outro leitores sobre a minha e a sua realidade. Mas a verdade é que costumava beber bastante cerveja, e inclusive já me embriaguei com meus amigos, e, infelizmente, ainda hoje faço esse tipo de coisa.

Fiz esse breve texto inicial dessa forma para explicar o título do meu texto; drogas, um tema proibido, pois infelizmente, esse tema tem discussão praticamente proibida em quase todos os meios de comunicação. Esse tipo de discussão é também praticamente inexistente em escolas, cursinhos, faculdades, igreja, etc. E se conseguirmos perceber que assim como heroína, exctase, maconha, lança-perfume, cocaína, cigarro e tantas outras, as bebidas alcoólicas, como cerveja, vodca, whisky e vinho também são um tipo de drogas, talvez possamos discutir mais abertamente esse tema, e chegar a uma conclusão.

“Dentro do alcoolismo existe a dependência, a abstinência, o abuso (uso excessivo, porém não continuado), intoxicação por álcool (embriaguez). Síndromes amnéstica (perdas restritas de memória), demencial, alucinatória, delirante, de humor. Distúrbios de ansiedade, sexuais, do sono e distúrbios inespecíficos. Por fim o delirium tremens, que pode ser fatal.”

Mas, talvez seja uma discussão inexistente ou praticamente proibida porque muitos professores, orientadores, mestres em geral, não tem a capacidade de explicar porque as drogas são proibidas… e eu não os culpo, pois sei que esse tema de discussão foi proibido a ele quando jovem. Resultado de tudo isso: temos hoje uma sociedade mal informada, em que muitos não sabe porque, mas qualquer tipo de drogas é proibido.

Antes de falar, gostaria de pedir que leia o post anterior, “O hábito se tornou um vício”, para que reflita um pouco sobre essas palavras, e para que saiba um pouco da minha opinião, antes de discutirmos tal assunto. Depois de feito isso, gostaria que pensasse na resposta das seguintes perguntas: O que são as drogas?

Algumas pessoas não entendem porque uma coisa “tão boa”, as drogas, pode ter sido nomeada de drogas e ainda mais ser proibida. É verdade, eu também não entendia. Porém, para mim, as drogas são substâncias que modificam as funções do organismo afim de se obter um prazer momentâneo. Porém, as modificações do organismos fazem mal fisicamente e/ou psicologicamente a longo prazo, já a busca de prazer momentâneo, pode ser tornar um vício, ou seja, um hábito nocivo difícil de se libertar.

Em contrapartida, a sociedade atual se caracteriza por ser relativista, ou seja, ter a mania de tornar tudo relativo, e isso é interessante, pois só assim buscamos conhecer as vantagens e as desvantagens de tudo, já que nada é totalmente bom ou ruim. Por isso, é necessário também discutirmos algumas vantagens das drogas, por exemplo,”Especialistas concluíram que quem beber uma taça de vinho tinto por dia reduz em 35% o risco de desenvolver doenças cardiovasculares” ou ainda “A maconha pode ser usada, por exemplo, para tratar náuseas e dores de pacientes com câncer terminal em tratamento com quimioterapia”. Porém, ainda que se discuta as vantagens, quando balancearmos com as desvantagens, seremos unânimes na decisão de que todas as drogas, incluindo as bebidas alcoólicas deveriam ser proibidas.

Ao final, venho fazer então uma proposta a todos os leitores, que usam ou não de qualquer tipo de drogas para discutir mais o assunto, respeitando a idéia do próximo e mostrando aos que ainda não perceberam que todo tipo de drogas deve ser proibida, apesar alguns ainda serem “preso” ao vício.

Eu sei, o texto ficou grande, e é assim grande que deve ser a discussão entre professores e professores, professores e alunos, alunos e alunos, em escolas, cursinhos, faculdades, igreja, etc. sobre temas como hábitos inofensivos, hábitos ofensivos, vicios e drogas.

Fica aí a dica, aproveite-a, e muito obrigado pela atenção.